Enviar Mensagem




Forum > Direito das Sucessões > Prazo para dar entrada no Inventário?
UsuárioDiscussão
Alinne Rieger
Postado em quinta-feira, 09 de outubro, 2003
O prazo era de trinta dias, porém prorrogou-se para 60 dias, se os herdeiros perderem o prazo existe outra alternativa?

ÚsuarioResposta
Fernanda
postado em quarta-feira, 09 de abril, 2008
Gostaria de saber se após expedido o formal de partilha, há prazo para registrá-lo em cartório do RGI.

Obrigada,

Fernanda
Marina Rosa Moura
postado em domingo, 13 de abril, 2008
Caros Senhores.

Meu genitor faleceu há dois anos atrás. Tomamos conhecimento de que havia penhorados algumas jóias de familia junto à CEF. Gostaria de saber:

1. Mesmo sendo joías de família os herdeiros não puderam tirar ós bens. Gostaria de saber tem que constituir um advogado p/ entrar com ação de arrolamento?
2. O que é necessário p/ impetrar a ação?
3. Os herdeiros são maiores e capazes.
4. O formal de partilha vai no corpo da petição inicial?
5. Há interferencia do Ministério Público?
6. Quais os documentos necssários p/ anexar ao processo.
rafaella Cipriano
postado em segunda-feira, 14 de abril, 2008
Tenho de entar com um Arrolamento de bens, porém a falecida apesar de possuir documentos de identidadfe e CPF os mesmos não foram encontrados pelo herdeiro, desta forma não estamos conseguindo distribuir a ação que está pronta vez que cai em exigência. O que nos indica ? Devemos antes despchar com o Juiz ? devemos propor algo antes do Arrolamento. Temos urgência vez que as certidões estão muito próximas de vencer. Obrigada.
Thomas
postado em terça-feira, 15 de abril, 2008
Algumas Perguntas Adicionais:

Minha mãe faleceu em outubro/2007.

Não entramos com inventário, pois não haviam bens.
Descobri uma conta corrente com R$ 1.500,00 de saldo. Para movimenta-la é necessário fazer inventário?
É preciso dar baixa no CPF? Para isto é necessário inventário?
Para entrar com processo junto ao Cartório é necessária a presença fisica de todos os "herdeiros" ou pode ser por procuração?

Grato

Thomas
RODRIGO D ELIMA
postado em segunda-feira, 05 de maio, 2008
Bom dia Para dar entrada no inventário de meus pais, meus irmão estão me pedindo cópia ( autenticadas ) de meus documentos pessoais, há necessidade de ser autenticadas? Haja vista que não confio neles para entregar copia autenticada de meu CPF, RG etc.

Obrigado!!!
amanda cristina
postado em terça-feira, 06 de maio, 2008
olá. meu pai faleceu em maio de 1992 na época minha mãe não recebeu orientações para dar início ao inventário e até o mesmo não foi feito. hj quero regularizar a situação e não sei por onde começar. meu pai não deixou testamento e como herdeiros ficaram minha mãe, eu e meu irmão (todos maiores). podemos fazer isso em cartório?. qual seria, aproximadamente, o custo?. teremos que pagar alguma multa?. quais seriam os documentos necessários?.. quem puder me orientar ficarei grata...
Obrigado,
Amanda
josue de souza medrado
postado em sábado, 10 de maio, 2008
ola bom dia eu gotaria de saber como poso fazer ivetario de meu pai falesido 78 eu dercubri um imovel rural com 160 ha de terra na cidade de potiragua mais esta na pose de otra pesoa mais eu tem todos os documentos escritura publica regitro de 1966 cadeia narativa sucesoria do imovel rural ITR-CCIR mais nâo tem pose da terra pagei todos enpotos gotaria de saber como poso fazer a pesoa que esta no imovel nâo que pagar a terra nua ja tentei comveca com ele mais de que um imovel e deli mais nâo tem decumentos
luzinete cardoso
postado em quinta-feira, 15 de maio, 2008
eu moro com meu companheiro ha 13 anos,e temos duas filhas,ha quase 2 meses seu pai faleceu e deixou uma casa.
o irmao dele construiu uma casa em cima da casa do pai e quer desmembrar ela no inventario quer que ele assine no inventario que esta abrindo mao de sua parte,cedendo para ele e para a madrasta.eu sou contra.gostaria de saber oque eu posso fazer pra impedir isso.
se o meu marido nao assinar oque acontece? meu marido teve problemas mentais na infancia e tem dificuldade de raciocinio ele pode assinar sem saber oque esta assinando.se ele assinar depois nao ha nada que eu possa fazer?
me respondam urgente
LUCELIA SCHIRRMANN
postado em quinta-feira, 05 de junho, 2008
Olá! Recomendações gerais para o inventário:
- qualquer pessoa pode ingressar com o pedido de inventário desde que realmente tenha interesse na causa, por exemplo, cobrar dívida deixadas pelo falecido. Não é porque um dos herdeiros não quer que o inventário não será feito.
- é necessário um levantamento de todos os bens, inclusive as contas, pois estas nao poderão ser movimentadas sem que seja feito o inventário ou concedida uma autorização judicial para isso (para pagar o funeral é comum o juiz autorizar a venda de algum bem ou sacar valores de contas correntes e poupanças)
- é necessário negativas de todos os bens imóveis
- e os documentos do falecido, caso extraviados, uma ocorrência policial teria ido bem, mas deveria ter sido feita pelo falecido.
- as despesas devem ser rateadas entre os inventariantes (negativas, cópias, advogado, manutenção dos bens).
- Se algum dos herdeiros estiver ocupando um imóvel, por exemplo, poderá ser cobrado aluguel por parte dos demais herdeiros...
Laurindo Modesto Pereira Júnior
postado em sábado, 14 de junho, 2008
No inventário, as cópias só terão validade se estiverem autenticadas. Caso contrário, eles não conseguirão prosseguir com o inventário. Não vejo problemas na simples posse de cópias autenticadas dos seus documentos pessoais por parte de pessoas que você não confia. Sem a sua assinatura, ou outra forma de outorga de poderes (procuração, senha etc.), você não se compromete com o que não quer. Diante da desconfiança, aconselho a acompanhar o andamento do inventário, tomar cuidado com procuração (se fizer), e, dependendo do porte da partilha, consultar ou constituir um advogado de confiança.
12345678910...