Enviar Mensagem




Forum > Obrigações e Contratos > renegociação de dividas
UsuárioDiscussão
WILSON SILVA JUNIOR
Postado em terça-feira, 04 de março, 2008
ola.
há 03 anos fiz alguns emprestimos pessoais junto ao banco itau, com o passar do tempo entrei em dificuldades financeiras e pessoal.
nao mais conseguia arcar com os debitos.
ao longo desse tempo tentei por varias vezes entrar em acordo com a instituição, porem sem sucesso.sou assalariado e meus vencimento sao pagos atravez de deposito em conta,portanto todos vao para a conta corrente no mesmo banco em que eu obtive os financiamento.
todo mes o banco pega quase tudo que me é creditado.
estou vivendo de ajuda de terceiros.
entrei em contato com o RH da empresa onde trabalho para estudar a possibilidade de receber de outra forma.
até agora nao tive resposta
tentei em outra ocasiao entrar com um processo,porem o juiz indeferiu
eu gostaria de saber se existe alguma saida para o meu caso, pois nao tenho uma profissao e necessito deste emprego para sobrevivencia de meus dois filhos e minha esposa.
grato aguardando resposta.
wilson silva junior

ÚsuarioResposta
Marcelo Pinto de Moraes
postado em quinta-feira, 06 de março, 2008
Não há como fornecer-lhe informações substanciais em virtude de não ter acesso ao contrato de financiamento que o senhor firmou quando da época do empréstimo. O que posso adiantar é que, provavelmente, haja alguma cláusula inserta no contrato que autorize o banco a debitar da sua conta o valor da parcela correspondente ao empréstimo, mesmo porque, trata-se do banco o qual o senhor tem a conta.

Nessa hipótese, o banco não está agindo ilicitamente. O que pode ser feito é verificar qual o valor ainda a ser quitado e o respectivo número de parcelas faltantes e renegociar a dívida.

procure um advogado para que possa tomar as devidas providências e tentar minimizar o mais rápido possivel o seu problema.

Abraços,


Marcelo Pinto de Moraes
advogado OAB/SP 254.660
marcelomoraes@adv.oabsp.org.br
(11) 9808-5275
Amaury Alves Tavares Junior
postado em quarta-feira, 12 de março, 2008
Caro Wilson,

Certamente a sua conta corrente não é uma conta salário, visto que não poderia ser debitada qq quantia relativa a dívida ou outros débitos bancários se fosse.
Todavia, se vc conseguir transformá-la em conta salário, os débitos poderão acabar, não a dívida.
A solução legal será solicitar ao RH de sua empresa uma carta de abertura de conta salário em outro banco , ciente que essa conta não deverá nem poderá ter limite de crédito e talvez tão de cheques, para caracterizar tão somente o crédito do salário.
Depois vc negicia a dívida com outro banco.
A propósito a independentemente de estar com restrição , vc poderá abrir uma conta salário aonde bem entender desde que a sua empresa reconheça a possibilidade de efetuar o crédito do seu salário no banco escolhido.
BOA SORTE
felipe castanheiro borges
postado em domingo, 23 de agosto, 2009
ola meu nome felipecomprei umamoto foifinanciada pelo banco hsbc.
tinhalgumas prestaçoes atrasadas e como eu estava desempregado
eu entreguei amigavelmente para o banco e eles iam quitar a minha
divida com o banco.
roberto teixeira sousa
postado em segunda-feira, 29 de março, 2010
tentei varios contatos mas quando sou atendido as atendentes desligam o telefone /
as faturas estão chegando nas datas corretas
Carlos Andrade
postado em quinta-feira, 05 de agosto, 2010
Caros,
Possuia uma conta junto ao Banco Real. Não pude pagar débito de cheque especial e cartão de crédito na época, e fiz um acordo, que também não pude pagar. Uma das cláusulas do acordo era que o banco poderia descontar valores de qualquer conta de minha titularidade junto ao banco. Hoje, minhas condições econômicas reduziram em relação a época, e este débito encontra-se ainda mais impagável hoje do que era na época. Estou migrando para um novo emprego, e eles querem abrir uma CONTA SALÁRIO junto ao Santander (que absorveu o Real). O Santander tem direito de debitar qualquer valor desta dívida do Real numa Conta Salário?
Obrigado a quem puder me dar uma boa informação.
Carlos
Carlos Andrade
postado em quinta-feira, 05 de agosto, 2010
Caros,
Possuia uma conta junto ao Banco Real. Não pude pagar débito de cheque especial e cartão de crédito na época, e fiz um acordo, que também não pude pagar. Uma das cláusulas do acordo era que o banco poderia descontar valores de qualquer conta de minha titularidade junto ao banco. Hoje, minhas condições econômicas reduziram em relação a época, e este débito encontra-se ainda mais impagável hoje do que era na época. Estou migrando para um novo emprego, e eles querem abrir uma CONTA SALÁRIO junto ao Santander (que absorveu o Real). O Santander tem direito de debitar qualquer valor desta dívida do Real numa Conta Salário?
Obrigado a quem puder me dar uma boa informação.
Carlos