Enviar Mensagem




UsuárioDiscussão
Rodrigo
Postado em quinta-feira, 02 de outubro, 2003
Eu recebi um cheque pelo pagamento de uma compra, mas ao depositá-lo o mesmo voltou porque a conta estava encerrada. Gostaria de saber se posso protestar o cheque e como devo fazê-lo. Há a possibilidade do cheque ser roubado. Quais as minhas opções?
Obrigado.

ÚsuarioResposta
BRUNO
postado em segunda-feira, 03 de setembro, 2007
GOSTARIA DE RECEBER UM MODELO DE AÇÃO CONTRA O DER PQ SOFRI UM ACIDENTE DE CARRO POR CAUSA DE UM CAVALO NA PISTA É RESPONSABILIDADE DO DER?
marta diniz
postado em terça-feira, 04 de setembro, 2007
Gostaria de saber como resolver um caso de uma pessoa pagar com cheque pré e dá contra ordem pela linea 28,alegando que o produto estava com defeito,não devolvendo e tal pouco deixando para ir a assistencia tecnica.
Lucidio Inacio Valoni Avila
postado em quarta-feira, 17 de outubro, 2007
Ao receber ocheque, se o mesmo foi assinado pelo dono do cheque e posteriormente pediu o encerramento da conta no Banco, praticou o dono do cheque crime de Estelionato, artigo 171 do Código Benal. Todavia se o cheque foi robado eo dono do talão registrou Ocorrencia Policial na Delegacia, e o cheque foi passado por outra pessõa que não o titular da conta o correntista comprovando isso não tem culpa e não será obrigasdo a pagar o valor constante na cártula (cheque) pois, o mesmo é nulo e essa nulidade poderá ser provada através de Embargos do devedor.
marcia
postado em segunda-feira, 19 de novembro, 2007
Como proceder em caso de embargos à execução, cheque sustado, desacordo comercial, sem BO, cliente antigo, inúmeros cheques pagos.
Luiz Carlos
postado em quinta-feira, 24 de janeiro, 2008
Gostaria de saber que devo fazer ref. um projeto que vendi para uma industria de Consultório Odontológico
(Dabi Atlante) .Foi feita atransação do projeto em Dezembro de 1999, este projeto foi lançado no Congresso Internacional de Odontologia no ano de 2000 e até o dia de hj não recebi o valor combinado na epoca pela venda do mesmo.
Gostária de saber como devo agir neste caso
At. Luiz Carlos
Leandro
postado em sexta-feira, 25 de janeiro, 2008
Tenho um comercio e manutenção de equipamentos industriais. Em meu comercio recebo muitos cheque de terceiros, alguns deposito outros passo a frente. A dois anos atrás, "sem saber" passei a frente um cheque que "posteriormente foi devolvido como roubado" na época comercio que recebeu não consegui me localizar para reclamar, o fato ocorreu em minha cidade natal onde moram os meus pais e costumo visitar a cidade 6 x por ano. Agora depois de 2 anos, a dona da loja me viu passando pala cidade com meu pai, e através dele me localizou. Porem ela já havia registrado ocorrência policial me acusando de estelionato.
Na próxima semana terei de prestar depoimento na delegacia da cidade onde o fato ocorreu. Como vou provar que não tive intenção de causar prejuízo a loja que me vendeu?
Christiano Luiz de Assis
postado em segunda-feira, 11 de fevereiro, 2008
Eu tive que sustar um cheque por desacordo comercial. Mandei fazer um armário para o banheiro, mas na montagem do armário foi um desastre. Meu armário ficou cheio de furos e mal colocado. O marceneiro disse que iria trocar, mas sumiu do mapa. Agora descobri que meu nome está no SPC. Não recebi nenhuma notificação prévia. O que devo fazer?
ludmilla
postado em quarta-feira, 12 de março, 2008
Em uma transação comercial, recebi de uma pessoa mais de R$ 40.000,00 de cheques de terceiros, pois o mesmo alegava ser do estabelecimento comercial e que os clientes estavam todos cadastrados, todos voltaram, e a maioria por motivo 22, 35, 11 e depois 21, dei parte do mesmo na delegacia, ele foi depor, mas até hoje naum deu em nada, e observando minuciosamente os cheques percebi que tem varios cheques de uma mesma agencia do Rio, onde o gerente da mesma dizia ser amigo dele, e andavam muito juntos, acha possivel o Gerente estar ciente dessas transações? Qual medida devo tomar?
Isabel cristina Garcia Gonçalves
postado em quinta-feira, 27 de março, 2008
Recebi, a título de pagamento de mercadoria perecível, um cheque de terceiro(pessoa Jurídica) endossado pelo meu devedor, com data de 13 de julho de 2007 e pós-datado para 16 de novembro do mesmo ano. Não obstante, qdo tentei conbrar o cheque na data estipulada, descobri que o mesmo havia sido sustado por descumprimento de contrato entre meu devedor e a pessoa que emitiu o cheque.
Certo é que meu devedor deve a muita gente, tendo inúmeros processos de ação de cobrança e execução, e os poucos bens que lhe restam já estão penhorados e/ou hipotecados. Posso entrar na justiça contra a pessoa que sustou o cheque?
Isabel cristina Garcia Gonçalves
postado em quinta-feira, 27 de março, 2008
O protesto de um cheque sustado pelo motivo 21 é obrigatório antes de mover uma ação de execução?
12345