Enviar Mensagem




Forum > Direito Previdenciário > voltar a trabalhar depois do auxilio doença .
UsuárioDiscussão
brainniac
Postado em sábado, 19 de junho, 2010
Acredito que terei alta médica em 1 mes após 2 meses no auxilio doença .Minha duvida é : Posso ser mandado embora após o período de auxilio doença ? Digo , no primeiro dia que voltar a trabalhar ou tem um prazo para que eu me readeque ao trabalho ?
Meu medo é pisar na empresa e minha demissão já estar assinada por que fiquei afastado .
Meu regime de trabalho é CLT .
Obrigado .

ÚsuarioResposta
cristina
postado em quinta-feira, 08 de dezembro, 2011

eu tinha 1 mês de trabalho e fiquei afastada 1ano e 4 mês qual sao os meus direitos?
eu tenho direito ao sequro desemprego?
Edila Marcia Sedda
postado em quinta-feira, 29 de março, 2012
Bom dia!

Tenho miocardiopatia delatada.
Fiquei recebendo auxilio doença por 2 anos. Agora fuiliberada para trabalhar.
Tenho direito a reajuste salarial,férias,e podem me mandar embora com quanto tempo?
Anônimo
postado em sábado, 01 de setembro, 2012
Estou afastada da firma ja faz quaze um ano,fui enternada por depreção,e sou bipolar,ja tentei me matar varias vezes,fiquei enternada 26 dias,o inss me pagou por estes dias,agora eu tou entratamento ja faz um tempo e meu medico não me libera para trabalhar não estou encostada e não posso trabalhar ainda.quais são os meus direitos
Anônimo
postado em quarta-feira, 19 de setembro, 2012
Estou 6 meses pelo auxilio doença com hipertenção, delatação de coração e pulmão ,angina e diabeticotrabalho há dez anos nessa firma se o inss me dé alta corro o risco de ser demitido . tem algum tempo para a firma me mandar embora o pode ser sem prazo
jessica
postado em terça-feira, 13 de novembro, 2012
Alguem pode me Ajudar? # Se um funcionário é afastado da empresa (POR ACIDENTE DE TRABALHO), e depois do cumprimento do mesmo, retorna pra empresa (ainda em processo de experiencia = 90 dias),ele possui a mesma estabilidade que uma pessoa que já passou do processo de experiencia ? (que seria ficar mais um ano na empresa, ou ser mandado embora e receber esse um ano)
Anônimo
postado em quarta-feira, 21 de novembro, 2012
tenho 6 meses de empresa estou 2 no auxilio doença a empresa pode demitir
Anônimo
postado em sábado, 01 de dezembro, 2012
posso ser mandada embora depois do auxilio doença
Anônimo
postado em quarta-feira, 02 de janeiro, 2013
bom dia por favor me ajuda , trabalhei um ano e quatro meses numa impresa sai entrei em outra apos o seguro desemprego trabalhei mais quatro meses , encostei no inss no alsilio doença por quasa do vicio de droga crak , fiquei en tratamento por 7 meses , depois no meu primeiro dia de retorno fis isame de retorono ao trabalho no segundo dia fiz o demisional me senti um nada depois de toda luta que pasei para sair das drogas que direito que eu tenho , tenho alguma estabilidade , muito obrigado
Eliseu
postado em sexta-feira, 18 de janeiro, 2013
Estabilidade após auxílio-doença. É possível? PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Saúde Legal

Muitos usuários têm perguntado sobre a estabilidade do funcionário que volta para o trabalho após um período de afastamento por motivo de problema de saúde.

A resposta é sim para problemas derivados de acidentes de trabalho e não para as doenças comuns.

Mas há uma exceção. As convenções coletivas de trabalho podem dispor de um período de estabilidade mesmo nos casos de doenças comuns, dependendo da categoria.





Vamos saber mais sobre as duas modalidades de afastamento.

Auxilio Doença acidentário

Benefício concedido ao segurado incapacitado para o trabalho em decorrência de acidente de trabalho ou de doença profissional. Considera-se acidente de trabalho aquele ocorrido no exercício de atividades profissionais a serviço da empresa (típico) ou ocorrido no trajeto casa-trabalho-casa (de trajeto).

Têm direito ao auxílio-doença acidentário o empregado, o trabalhador avulso, o médico-residente e o segurado especial. A concessão do auxílio-doença acidentário não exige tempo mínimo de contribuição.

Nos primeiros 15 dias de afastamento, o salário do trabalhador é pago pela empresa. Depois, a Previdência Social é responsável pelo pagamento. Enquanto recebe auxílio-doença por acidente de trabalho ou doença ocupacional, o trabalhador é considerado licenciado e terá estabilidade por 12 meses após o retorno às atividades.

Portanto, ao retornar ao trabalho após o afastamento, o trabalhador acometido por um problema decorrente do trabalho, tem direito a estabilidade por um ano.

Auxilio Doença comum

Benefício concedido ao segurado impedido de trabalhar por doença ou acidente por mais de 15 dias consecutivos. No caso dos trabalhadores com carteira assinada, os primeiros 15 dias são pagos pelo empregador, exceto o doméstico, e a Previdência Social paga a partir do 16º dia de afastamento do trabalho. Para os demais segurados inclusive o doméstico, a Previdência paga o auxílio desde o início da incapacidade e enquanto a mesma perdurar. Em ambos os casos, deverá ter ocorrido o requerimento do benefício.

Nesta modalidade não há estabilidade.

A legislação, neste caso, quis preservar o direito da empresa que não deve ser penalizada pelo problema do trabalhador. No entanto, vale a pena ficar atento e consultar a convenção coletiva da categoria porque muitos concedem aos trabalhadores um período de um ou dois meses para se recuperar totalmente com segurança.
Anônimo
postado em quarta-feira, 23 de janeiro, 2013
trabalhei 3 anos como segurança ,e no trabalho adquiri cancer de mama fiz a masto ,e logo que o nps me deu alta a empresa segurou eu por 2 meses nela e logo me mandou embora.hj nao consigo emprego devido ter tido cancer. as empresas que vou nao me aceitao ao trabalho assim que sou avaliada pelos medicos delas .sempre trabalhei e tenho de contribuição 12 anos tenho filhos gemeos que dependem de mim ,me ajude dando alguma informação sobre o que devo fazer
123456789