Enviar Mensagem




Forum > Direito Penal > Quais são as espécies de embriaguez?
UsuárioDiscussão
joão
Postado em terça-feira, 03 de junho, 2003
Quais são as espécies de embriaguez?

ÚsuarioResposta
Christopher
postado em quarta-feira, 10 de setembro, 2003
Segundo Art. 28 do CP, existem dois casos de embriaguez: embriaguez voluntária ou culposa, embriaguez acidental, por força maior ou caso fortuito, sendo que para efeitos práticos a embriaguez por força maior ou caso fortuito, sendo esta completa, é excludente de culpabilidade, portanto não se pode atribuir pena, torna-se inimputáveis. Vale dizer que a embriaguez patológica para efeitos práticos se compara a doença mental. A embriaguez voluntária não exlcui a culpabilidade, portanto se a pessoa tem a intenção de se embriaguar para assim ter coragem de cometer um ato ilícito ela responderá sem qualquer tipo de redução de pena ou mesmo excludentes. Espero que tenha ajudado em alguma coisa.
neybarboza
postado em sábado, 21 de fevereiro, 2004
Caro colega,

A embreaguez, pode ser;completa ou incompleta.
acidental; caso fortuito,se completa, art. 28,I,CP, o agente não responde por crime, se incompleta, art. 28,II,CP,o agente responde pelo crime.
culposa; o agente não quer a embreaguez, mas por culpa se embreaga,se completa art.28,II,CP,responde por crime, se imcompleta art. 28,II,CP,responde pelo crime.
Voluntária; o agente quer a embreaguez, se comple-ta, art.28,II,CP,responde o agente pelo crime,se incompleta, art,28, II,CP, responde pelo crime.
Preordenada; o agente quer ficar embriagado,para a prática do crime, o agente responde pelo crime com a pena agravada, art. 28, c/c art. 61,II,L,CP.
Patológica; é o caso em que o agente é dependente químico,se completa, o agente não responde pelo crime com base no art. 26, caput, do CP. é aplicada a medida de segurança.Se incompleta, art. 26,parágrafo único, o agente responde com pena reduzida. É tratado com medida de segurança ou pena reduzida.
Espero ter ajudado.
Joerado do Santos Fraga
postado em quarta-feira, 20 de maio, 2009
Dentro de pouco mais de uma semana dvrei estar falando apr determinada comunidade sobre os efetos jurídicos d embriaguez (em todas as áres sociais). Assim sendo, solicito ajuda no sentidO de que me seja indicada a legislação onde poderei haurir subsídios sobre o asunto (DIREITO CVIL, DIREITO TRABALHISTA, DIREIO ADMINISTRATVO DIREITO PENAL).
Digno Manuel
postado em quinta-feira, 28 de maio, 2009
a embreaguez pode ser tando com susbtancia etilica como tb análogas.
segundo mirabete exsite as fazes da embreaguez dentre da incompleta e completa.
Para que a Embriaguez possa existir a embreaguez necessariamente terá de existir uma conduta essa conduta podendo ser voluntaria ou involuntaria.

voluntaria(em sentido estrito) com a intençao do agente de se embriaguar onde nao excluirá a imputabilidade , é quando se falar " hj eu quebro a mesa hj eu tomo todas vou me embriagar" ele ja tem a intenção de se embriagar.
dentre da voluntari pode-se existir a culposa onde o elemento quer beber e acaba por motivos alheio se embreagando, mais ele nao queria se embreagar .. ex.

Involuntaria com a embreaguez involuntaria o agente nao tem a intençao de chegar ao estado de embreauez, diante das formas de força maior e caso fortuito.Força Maior eh qdo o agente chega ao estado sem previsao, podemos dah exemplo de tomar remedio so que esse remedio possui substancia em que o individuo é alegico.Caso fortuito sera qdo o agente eh forçado a se embriagar ex. um rapaz forçando a moça a beber dizendo :beba se nao vc morre!!! rsrs
bom tem mais coisas ainda mais o essencial eh so isso valeu
Digno Manuel
postado em quinta-feira, 29 de outubro, 2009
Devido a erros de digitalização, ocorreu um erro sobre a informação acima, desde de entao que caso fortuito é quando existe um acontecimento sobrenatural em relação ao remedio citado acima como exemplo, em relação a força maior seria a obrigação de injeir a bebida por motivos de involuntariamente a nao beber, como o exemplo citado acima "se nao beber eu te mato".
Em relação a patologica se refere a patologia e patologia vem de doido, desde entao se define embraaguez patologica o individuo que bebe continuamente , oou seja que vc ver ele ja com cara de bebo. é bebo 24 horas com aquela voz rsrs.
ouseja a unica maneira de excluir a imputabilidade , é qdo o elemento bbebe involuntariamente e fica em estado completo e depois comete o crime, caso ele pense em cometer o crime antes de beber seria caso de preordenada onde o elemento bebe pra matar.