Enviar Mensagem




Forum > Direito do Trabalho > Direitos ao sair do emprego-caminhoneiro
UsuárioDiscussão
Angelica
Postado em segunda-feira, 25 de janeiro, 2010
Meu marido é carreteiro, trabalha em uma loja de venda de areia, com viagens todos os dias para S.P o que de caminhão leva 2 ou 3 horas.
Ele conversando com o patrão querendo que seus direitos fossem respeitados o patrão lhe joga na cara que tem sim qe fazer as 16 horas diarias que vem fazendo nesses ultimos 7 meses, para que não atrase as entregas dinheiro que entra no bolso do patrão, o empregado não tendo direito a diaria paga seu almoço, vem pra casa janta dorme 6 horas nooossa tudo isso pra um caminhoneiro?
E no dia do pagamento que é dividido em vale/pagamento, o patrão alega não ter o dinheiro suficiente para pagar os empregados da loja ou atrasa como esse mes que sairia dia 20 e ate hoje 25 nada..paga "picadinho" ai enrola ate o pagamento que é todo 5º dia util isso quando para o patrão não cai lá pelo dia 12...bem com tudo isso o caminhoneiro não vai trabalhar um dia da semana porque o tal patrão não fez o tal vale, afinal trabalha para poder receber no dia, o patrão ja vem alegando abandono de emprego e que se quiser é só passar no escritorio para assinar o pedido de demissão não querendo acertar os 7 meses trabalhados afinal e as horas extras??e a diaria?? e a porcentagem em cima do frete?? quais os direitos preservados desse funcionario se ele entrar com uma ação no ministério do trabalho contra esse empregador? Ele tem chance de gannha o que perdeu ate agora, ahhh esqueci de dizer que esse mes mo empregado ficou 1 ano e 2 meses sem registro nessa mesma empresa com esse mesmo empregados. E ai quais as chances de ganhar esse processo??

Sem respostas nesta discussão