Enviar Mensagem




Forum > Direito do Trabalho > Licença pelo INSS
UsuárioDiscussão
Thiago Correa
Postado em quinta-feira, 04 de setembro, 2008
Olá, trabalho numa empresa particular a 4 anos e no ano passado (Agosto de 2007) tive um problema na vista e acabei tendo que me afastar (INSS), pois meu serviço era num escritório conferindo alguns números e planilhas que exigia muito da visão. Fique sabendo por fontes seguras que ao voltar serei demitido ao retornar, pois como o a minha licença é auxilio doença, a empresa pode me demitir. Acabei de fazer uma perícia onde recebi + 4 meses de licença. A minha pergunta é eu consegui um emprego com carteira assinada e com mais benefícios, a minha carteira pode ser assinada? Se a varteira for assinada eu perco o benefício?
Vale lembrar que a minha atual função é auxiliar Administrativo, e o novo emprego é Motorista.

ÚsuarioResposta
tullius marcus mendes caldas
postado em quarta-feira, 06 de maio, 2009
esta trabalhando em uma empresa conceituada, tive que fazer uma operação no joelho e fiquei de licença por um periodo de 4 meses quando eu voltar a trabalhar eu terei direito a inha ferias normal ou sera deescontar algum dias das ferias. obrigado pela oportunidade.
rodrigo assis ferreira
postado em quarta-feira, 03 de junho, 2009
OLA GOSTEI MUITO DESTE FORUM, E ESTOU COM UMAS DUVIDAS, E COM MUITA URGENCIA, EU TRABALHO NA FREFEITURA DA MINHA CIDADE CONCURSADO DE VIGILANTE, E PASSEI EM UM CONCURSO TB DE VIGILANTE DE UMA EMPRESA QUE PRESTA SERVICO PRO ESTADO E É DE CARTEIRA ASSINADA, ACABEI ASSUMINDO OS DOIS, TENDO DISPONIBLIDADE DE HORARIOS NOS DOIS, DEPOIS DE UM TEMPO QUE FIQUEI SABENDO QUE A EMPRESA E 100 % PUBLICA MAS E DE CARTEIRA ASSINADA , E QUE TEM UMA LEI QUE NAO PODE TER DOIS EMPREGOS PUBLICOS,E JA ESTAVA PARA PEDIR DEMISSAO DESTA EMPRESA , QUANDO ACONTECEU DE EU SOFRIR UM ACIDENTE JOGANDO BOLA , ONDE TRINQUEI A TIBIA DO JOELHO, E O MEDICO ME PASSOU UM LAUDO PRA MIM FICAR 3 MESES AFASTADO PELO INSS, O MEU EMPREGO DA PREFEITURA NAO TEM COMO TRABALHAR COM O JOELHO MALHUCADO JA NO OUTRO NAO FACO NADA APENAS MONITORO UM ALARME E TEM OUTRO VIGILANTE QUE TRABALHA COMIGO!!! AI VEM AS MINHAS DUVIDAS E QUAL SERIA A MELHOR FORMA DE RESOLVER ISTO , UMA POSSO ESTA PEGANDO O AUXILIO DOENCA E TRABALHANDO NO OUTRO??? POSSO PEGAR AUXILIO DOENCA NOS DOIS SEM ME PREJUDICAR??? POSSO PEDIR DEMISSAO DO EMPREGO DA EMPRESA DO ESTADO , JA TENDO FEITO PERICIA NO INSS PELA PREFEITURA ??? ME AJUDEM POR FAVOR COM URGENCIA! MUITO OBRIGADO POR SUA ATENCAO!
Daniela
postado em quarta-feira, 17 de junho, 2009
Trabalho em uma empresa a 8 anos e a 1 ano e 8 meses perdi aminha filha de 4 anos. Hoje tenho uma bebebzinha de 7 meses, porem so em pensar em deixa-la para ir trabalhar eu entro em panico. o psiquiatra me deu atestado e segundo o advogadao da minha empresa mais um atestado no prazo de 60 dia eu entrarei pelo INSS. Meu chee havia dito que me demitiria conforme havia lhe pedido, porem como a nossa emresa e internacional o pessoal la de fora nao quer me mandar embora. Gostaria de saber, se eu me afastar pelo INSS se eu receberei o meu salario integral e se depois que eu for liberada pelo INSS se eu terei o meu emprego de volta ou se estarei sem meprego, sem FGTS, sem seguro desemprego, sem nada. Pois a mainha intencao e exatamente que eles me mandem embora, pois assim poderei ficar com a minha filhinha mas tb nao quero perder o meu FGTs, pois preciso dele ate eu poder ficar mais confiante e areditar que nada acontecera com a minha filha assim como aconteceu com a minha outra filha que faleceu de pneumonia.

obrigada

daniela
Carla
postado em segunda-feira, 06 de julho, 2009
Boa noite!

Eu trabalhei durante 5 anos na função de TMK, sendo que perdi 40% da audição do ouvido direito e 20% da audição do ouvido esquerdo e estou de licença pelo inss a 3 anos e meio( por auxilio acidente de trabalho). Entretanto conclui a minha faculdade de bacharel em administração e quero trabalhar na minha área apesar da minha deficiencia auditiva melhorei bastante, mas acredito que nunca mais chego aos 100% de audição. Eu quero pedir baixa no inss e pedir desligamento na empresa, sendo que tenho medo de entrar o periodo que fiquei no inss na carteira de trabalho, pois as empresas tem muito preconceito com isso. Conheço amigos que não conseguem emprego pq operaram sinusite quando criança, imagina se colocarem na minha carteira de trabalho o periodo que fiquei de licença( nunca vou conseguir outro emprego). Eu vou tentar um acordo com a empresa para não colocar o periodo que eu fiquei pelo inss na carteira de trabalho, mas eu quero fazer um acordo legal perante a lei. Sera que isso é possivel? ou a empresa estaria cometendo um crime?

OBS: Tem alguns comentarios na internet dizendo que não entra o periodo que fica pelo inss na carteira devido ao preconceito das empresas! Essa informação procede?

Por favor respondão a minha pergunta, pois eu pretendo fazer esse acordo assim que acabar a greve do inss.



Atenciosamente,
Carla Nascimento.
NETO
postado em sexta-feira, 17 de julho, 2009
Pessoal, estou com uma reclamação trabalhista para distribuir, porém, não estou encontrando jurisprudência no que tange a responsabilidade subsidiária da empresa fabricante, ou melhor, engarrafadora do gaz, vez o cliente trabalhou por vários anos como motorista entregador de gaz, porém, a empresa que o contratou, um depósito de revenda de gaz, não o registrou. Assim, estou ajuizando a reclamção trabalhista, também, em face da empresa que produz e/ou engarrafa o gaz, alguém pode mim ajudar. Abraços, Neto.
ANA lucia
postado em sexta-feira, 28 de agosto, 2009
olá
me ajudem por favor eu trabalho de telemarketing.estou gravida de 4 meses,mais nao to suportando mais
meu emprego,tenho crises de choro só de pensar em ir ao trabalho.tive faltando algumas vezes sem atestado e por isso ja assinei uma advertencia, meu supervisor me disse q na 3 e justa causa.eu nao sei o que fazer...
Erik Santos
postado em quarta-feira, 23 de setembro, 2009
Tive uma torção no pé de 3º grau, onde tive que ficar imobilizado por 15 dias do dia 8 de set/2009 a 22 de set/2009 e afastado da empresa, contudo, retornei ao trabalho no dia 23 de set. 2008 e o médico me pediu para retornar no dia 24 de set. de 2009, para uma suposta revisão, não deixando certo se eu precisaria entrar de atestado novamente. Neste caso eu tenho que entrar de licença pelo INSS, ou nesse caso eu não preciso?
kelly christina mendes
postado em quinta-feira, 19 de novembro, 2009
Fiquei afastada por sete meses,me acidentei na saida do serviço, no percurso pra casa, foi aberto o CAT, faço parte da CIPA, na data que me acidentei minhais ferias estavam vencidas, gostaria de saber se perco as ferias e o decimo terceiro. Obrigada
LIILIANE
postado em sexta-feira, 27 de novembro, 2009
OLÁ,
ME AUXILEI POR GENTILEZA.
AO RETORNAR DE LICENÇA DO INSS, O MEU DIREITO DE FERIAS, 13º SERÁ PROPORCIONAL OU INTEGRAL???
adriana dos santos
postado em quarta-feira, 02 de dezembro, 2009
boa tarde! estava gravida e não sabia, no sabado dia em que não trabalho passei mal fui ate o pronto socorro e o bebe não tinha mais vida tive que fazer uma cirurgia chamada curetagem e peguei um atestado de 15 dias, durante os dias de atestado passei mal novamente e os medicos descubriram que estava gravida uma gravidez ectópica (nas trompas) ou seja era uma gravidez de gemêos tive que realizar uma nova cirurgia como se fosse uma cesáriana uma laparotimia e ganhei mais quinze dias de atestado juntando tudo deu uns 28 dias de afastamento tudo aconteceu entre final de agosto e começo de setembro a empresa marcou a minha pericia para o dia 21/10/2009 a perita me liberou p trabalhar 30 dias e agendar uma nova pericia para o dia 30/11/2009 o perito me afastou por 30 dias, só que no dia 23/10/2009 a minha chefe me demitiu, como devo proceder, o que acontece agora? grata da atenção. ( há eu ja assinei o aviso previo, mas o contrato ainda não e ela tambem ainda não devolveu a minha carteira e nem os papeis para que eu possa dar entrada no seguro desemprego, isso pode ocorrer?
12345678