Enviar Mensagem




Forum > Direito Previdenciário > Auxílio doença X Aposentadoria por invalidez
UsuárioDiscussão
Vitoria Aparecida
Postado em domingo, 02 de janeiro, 2011
Boa tarde Dr Walter,Fiz uma RM da coluna cervical,onde foi diagnosticado,uma doença séria e degenerativa da coluna: mielopatia espondilótica cervical.Estou afastada o serviço desde o dia 05/10/10 e recebendo auxílio doença.Sou funcionária pública municipal,regida pela CLT,há 05 anos e meio.Após receber esse diagnóstico, fui encaminhada para cirurgia de urgência,pois se trata de uma doença degenerativa da coluna,e eu precisava operar sem demora.Fui submetida à cirurgia no dia 16/12/10.Antes de fazer a cirurgia,cheguei a passar com 03 neuros diferentes e os 03 confirmaram a seriedade de meu quadro,sendo que eu podia até perder os movimentos do pescoço para baixo,caso não operasse logo,e também me alertaram da grande possibilidade de me aposentarem por invalidez...Porque mesmo fazendo a cirurgia,eu iria ficar com algumas limitações,que me impediriam de continuar trabalhando!Venho me recuperando,dentro do previsto,meu retorno com o médico que me operou será dia 14/01/11,e já tenho perícia do INSS marcada. Gostaria de saber,pela sua experiência,se o perito pode contestar os laudos médicos e não me conceder a aposentadoria por invalidez,e se isso acontecer, como devo proceder.O CID da minha doença é Z981-Artrodese.Tive que fazer dois procedimentos,descompressão medular e retirada de três hérnias por via anterior,além de ter lesões na medula,o que coloca essa doença na lista de doenças incapacitantes...E tenho outra dúvida,no caso da concessão da aposentadoria,quais os meus direitos...Sou regida pela CLT,posso retirar o FGTS? Quais direitos possuo mais nesse caso?Desde já,agradeço e aguardo resposta.Grata.....

ÚsuarioResposta
Joelma Carla Ribeiro de Vasconcellos
postado em domingo, 08 de maio, 2011
Boa tarde, gostaria de saber se uma pessoa que se aposentou por invalidez em 25.03.2004 e sacou seu FGTS no valor de 553,97 em 07.06.2004, mas seu contrato de trabalho é desde 20.02.1987. Será que ele pode pleitear na Justiça os valores não depositados do FGTS do período trabalhado, pois com certeza, daria um valor muito maior do que o mesmo sacou.
EDNA PEREIRA DE ALMEIDA SOUZA
postado em domingo, 08 de maio, 2011
OLA FIZ UMA CIRUGIA A MAIS DE UM ANO. DE ERNA DE DISCO L5 E S1. SOU MOTORISTA DE COLETIVO. VOLTEI TRABALHAR JA FAIZ 6 MESES. MAIS NAO AGUENTO MAIS DE DOR .VOU ABAZE DE REMEDIO .FIQUEI AFASTADA 11 MESES.SERA Q AGORA TENHO DIREITO DO BENEFICIO NOVAMENTE?
CARLOS RONALDO FONSECA
postado em quarta-feira, 11 de maio, 2011
DR.EU RECEBIA AUXILIO DOENÇA POR DEGENERAÇÃO NA COLUNA,MAS QUANDO ME FOI IMPLANTADO MARCA-PASSO ME CORTARAM O BENEFICIO E JÁ PERDI A 10 ANOS MINHA ESPOSA QUE FOI EMBORA POR CONTA QUE NÃO POSSO TRABALHAR,E O INSS. ACUSA QUE PERDI A QUALIDADE DE SEGURADO .O QUE FASER ? MORO HOJE DE FAVOR COM MINHA MÃE
sueli meira sande
postado em sábado, 14 de maio, 2011
DR. WALTER boa tarde, pesso que o sr. me tire uma duvisa, estou afastada por invalidez pela justiça federal; tenho problema seri de coluna dor cronica. artrose 5 hernias na coluna osteofitos no braço direito começo de escleorose. tenho tmb. glaunodulos muitos no cerebro desmaio, tomo depakene 500 fluxene e rivotril 2 mg. sinto dor o dia todo medicamentos p. dor tomo mais nao faz efeito, sera que vou ser liberada pelos peritos do inss. a firma não me que p. trabalhar porque fico desmaiando, tenho 54 anos, os peritos são maus, o que vai ser de mim DR. é desse salario que pago aluguel e outras despesas incluindo medicamentos que sao caros. obrigado dr. aguardo sua resposta.
Duilio Pereira Leitão
postado em quinta-feira, 19 de maio, 2011
OLHA FIZ UMA CIRUCHIA DE ACOLUNA A 5 ANOS ATRAZ TANDO AFASTADO AO MESMO TEMO.MAIS SEMPRE ENTRE TRES OU SEIS MESES TINHA QUE RECORRE PQ O PERITO ME LIBERAVA PARA TRABALHAR E EU NÃO CONSEGUI,E SEMPRE ENTRAVA COM NOVO PEDIDO DE PERICIA E ISSO JA TEM CINCO ANOS.O INSS ME MANDO PARA FIRMA ONDE EU TRABALHO PEDINDO REABILITAÇÃO MAIS MESMO TRABALHANDO EM UM SETOR QUE É UM SERVIÇO MAIS LEVE NÃO ESTOU CONSEGUINDO FICA,ANTES EU TRABALHAVA DE REPOSITOR DE SEREAIS HOJE EM DIA ME COLOCARÃO COMO ATENDENTE DE ESTACIONAMENTO TRABALHO SENTADO MAIS MESMO ASIM MINHA COLUNA DOI AO PONDO DE DEICHAR MINHAS PERNA FORMIGANDO E TAMBEM TENHO POBREMA NA COLUNA CERVICAL,TRABALHO EM UM SUPERMERCADO MAIS MESMO ELES TENDO ME TROCADO DE CETOR NÃO ESTOU CONSEGUINDO FICA QUERIA SABER SE ALGUEM PODE ME AJUDAR,QUERO SABER SE COM ESSE POBREMA TENHO DIREITO EM UMA APOSENTADORIA POR INVALIDEIS POIS TENHO 4 PARAFUSOS NA COLUNA LOMBAR.E A FIZ ESSA PERGUNTA AO PERITO DO INSS E ELE NÃO ME DEU NENHUMA RESPOSTA QUERIA SABER SE TENHO QUE ENTRA NA JUSTIÇA PARA OBITER ESSE DIREITO SE EU TIVER
luciano j gonçalves
postado em domingo, 05 de junho, 2011
Boa noite sou portador de espondelite anquilozante, mais ernias de disco, qual foi sugerio até cirurgia
fui aposentado por invalidez no dia 4 de abril 2011 e eu gostaria de saber quais são os meus direito
trabalhista após esta aposentadoria. ( aposentadoria por invalidez cod- 32). Sem mais agradeço e espero
por uma resposta que possa esclarecer as duvidas que a ultima empresa não soube esclarecer.
Aparecido Cordeiro
postado em quarta-feira, 08 de junho, 2011
Doutor, meu pai teve um AVC a dois anos atras. Devido a alta do inss ele voltou a trabalhar, porém seu quadro piorou, e hoje ele esta incapaz de exercer sua função. porém, o inss não lhe consedeu a aposentadoria, dizendo que estaria ele concedido por tempo indeterminado. Posso entrar com pedido de aposentadoria por invalidez?
cleber alexandre da silva
postado em terça-feira, 14 de junho, 2011
Ola no dia 07/02/2011 fiz um exame de tomografia computadorizada da coluna lombar-sacra protusão discal com deformidade do saco tecal e estreitamento dos recessos laterais e forames de conjugações,entre L4-L5 e L5-S1. levei o exame ao neuro cerugião e ele me indicou cerugia.vinha sofrendo com fortes dores sem paradas tomei diversos medicamentos nenhum fazia aquela dor parar por completo fiquei 8 meses sem dormi direito umas 3 horas + ou- por dia, ate que no dia 24/05/2011 passei pela cerugia, o medico cerugião me disse que era duas enormes ernas de disco. mais ate hoje 14/06/2011 tenho dores que trava minha coluna quando sento, deito até quando caminho nao consigo entra no carro direto para senta sinto dores que chega trava a coluna fico paralizado por um tempo ate posiciona novamente a coluna para me mechei antes da cerugia eu nao travava agora trava umas 8 vezes por dia confome eu me mecho eu tomo muito cuidado para me movimenta ( MINHA PROFISSÃO E PESPONTADOR TRABALHO COM CALÇADOS FICO SENTADO O TEMPO TODO) estou afastado desde o dia 18/01/2011. meu beneficio vai ate o dia 19/06/2011. sei que por agora nao consigo trabalha meu medico neuro cirugião me deu 90 dias de afastamento vou apresenta ao INSS no dia 20/06/2011. tenho retorno com o neuro cirugião no mes 7/2011. todos procedimento foi pago pelo SUS. (FICO PREUCUPADO COM TUDO ISSO POR RAZAO FINACEIRA PELO MOTIVO DO INSS ME DAR ALTA E NAO PODE VOUTA A TRABALHA TENHO 36 ANOS SEMPRE TRABALHEI COMO PESPONTADOR ACHO QUE FOI MUITO TEMPO SENTADO QUE ADIQUERI ESTA DOENÇA ) neste corto periodo de afastamento ja passei por duas pericia a ultima foi pedido de reconsideração de decisao. o que devo faser para nao ter o pedido indeferido? ja agradeço.
Maria Paula
postado em segunda-feira, 20 de junho, 2011
Boa Tarde , Tenho 42 Anos , fiz uma cirurgia da coluna lombar a 1 ano atras , agora irei fazer outra na coluna cervical , pago meu INSS ja algum tempo , gostaria de saber se tenho direito a aposentadoria , pois sinto que ja nao tenho mais tanta saude como tinha a dificuldade dos movimentos sao muitas as dores sao intensas , por favor gostaria muito que me orientasse
Sueli Antunes da Silva
postado em quarta-feira, 06 de julho, 2011
Sou funcionária pública municipal à 12 anos. Dia 07/08 faz 1 ano que estou afastada. é a primeira vez que fico afastada pelo i.N.S.S. Tenho nova perícia na próxima semana, e ja fico nervosa e apreensiva de tanto que o povo fala. Até agora passei por 2 perícias e consegui o benefício. Tenho vontade de voltar ao trabalho, mas não nesse momento, sem condições.
Trabalho com o público, não suporto barulho, tumulto. Sinto angústia, tristeza, não tenho disposição para fazer nada, preferindo ficar sozinha. Mesmo tomando sertralina e rivotril, tenho pesadelos, sono agitado, as vezes parece que o remédio para dormir faz efeito contrário. Qual o critério que os peritos usam? Tempo de contribuição pesa na consessão do benefício? Estou afastada pelo cid 32.2, e nessa cartinha que vou apresentar na próxima semana consta cid 41.2. Faz diferença para o perito ?
Qual o tempo maximo que posso ficar afastada , tenho direito a aposentaria?
Mesmo o médico da clínica não dando alta, o perito pode não conceder o benefício?
De tanto que as pessoas falam contra o I.N.S.S., já dá arrepios antes da pérícia. É a primeira vez que preciso da previdência, e me sinto pedindo esmolas, de um direito que é meu. Todo mundo fala que quem paga o salário de um funcionário público é o povo. Sempre ouvi isso, uma pressão. também sou funcionária, o que desconta de I.N.S.S. no meu holerit não é pouco, e pago impostos como qualquer cidadão...
Nas perícias o médico mal olhou para mim, nem perguntou como vai meu tratamento. OS MÉDICOS PERITOS DO I.N.S.S. DEVERIAM NOS TRATAR MELHOR, É UM DIREITO NOSSO. PAGAMOS. Gostaria de saber se no I.N.S.S. tem Serviço Social, e do que ele cuida na previdência... Os peritos estipulam um prazo para que possamos sarar dos nossos problemas de saúde, como se isso fosse possível...Nas perícias sempre meu pai vai comigo, mas não o deixam entrar. PORQUE? Para não ter testemunhas de como eles nos tratam, ou medo de apanhar? Se alguém puder esclarecer minhas dúvidas, desde já agradeço..
1234