Enviar Mensagem




Forum > Direito Previdenciário > conversão de auxilio doença em aposentadoria definitiva por invalidez
UsuárioDiscussão
Veronica
Postado em quinta-feira, 22 de maio, 2003
O pai de um amigo meu esta recebendo o auxílio doença há vários anos, mas a sua saúde tem piorado muito e visívelmente é possível perceber que ele já não tem condições de retornar ao trabalho.
Recebi informações que para converter este auxílio doença em aposentadoria por invalidez, já que o períto do INSS não admite a modificação, seria necessário ingressar no Juizado Especial Federal com uma ação judicial,onde será determinado outro períto para fazer a avaliação médica porém aqui apresento minha dúvida, qual a ação cabível, um Mandado de Segurança, porque pelas condições dele é um direito líquido e certo, ou uma Ação Inominada, além disso cabe algum pedido liminar???

ÚsuarioResposta
Jose
postado em terça-feira, 21 de julho, 2009
Estou em auxilio doença desde 04/2004 tento alta algumas vezes mas com reconhecimento de recurso administativo pela previndecia portanto tenho 5 anos e 4 meses de beneficio,por 2 vezes foi sugerido aponsentadoria pelo perito mas indeferido pela central da previdencia minha doença e considerada pela previdencia como comum codigo 31Eu entrei com uma ação pedindo o reconhecimento de doença ocupacional nesse periodo fui desligado da empresa.Tenho artrose na cervical c3 c4,c4 c5,c5 c6,c6 c7 mais envidente em c4 c5,c5 c6 com compressão do saco tecal e redução da amplitude dos foramens neurais bilaterais.Protusão em d7 d8 e artrose em d6 d7.Trabalhei por mais de 15 anos em posição inclinada ergonomica errada com solavancos fazendo o pescoço balançar trabalhava 7:20 ineterrupta nessa posição.Minha duvida é existe algum caso semelhante que se comprovou ser doença ocupacional.O que eu poderia relacionar no processo para provar essa condição.Detalhe fiz uma pericia judicial na empresa e o perito reconheceu numa conversa comigo que meu serviço era ergomicamente possivel de causar esse quadro mas que provar isso era dificil.Qual seria a posição de vcs.Desde ja agradeço sua orientação
Jose
postado em terça-feira, 21 de julho, 2009
Estou em auxilio doença desde 04/2004 tento alta algumas vezes mas com reconhecimento de recurso administativo pela previndecia portanto tenho 5 anos e 4 meses de beneficio,por 2 vezes foi sugerido aponsentadoria pelo perito mas indeferido pela central da previdencia minha doença e considerada pela previdencia como comum codigo 31Eu entrei com uma ação pedindo o reconhecimento de doença ocupacional nesse periodo fui desligado da empresa.Tenho artrose na cervical c3 c4,c4 c5,c5 c6,c6 c7 mais envidente em c4 c5,c5 c6 com compressão do saco tecal e redução da amplitude dos foramens neurais bilaterais.Protusão em d7 d8 e artrose em d6 d7.Trabalhei por mais de 15 anos em posição inclinada ergonomica errada com solavancos fazendo o pescoço balançar trabalhava 7:20 ineterrupta nessa posição.Minha duvida é existe algum caso semelhante que se comprovou ser doença ocupacional.O que eu poderia relacionar no processo para provar essa condição.Detalhe fiz uma pericia judicial na empresa e o perito reconheceu numa conversa comigo que meu serviço era ergomicamente possivel de causar esse quadro mas que provar isso era dificil.Qual seria a posição de vcs.Desde ja agradeço sua orientação
Eliane Regina Athanazio Cruz
postado em segunda-feira, 03 de agosto, 2009
O meu marido já esta afastado por auxílio doença, foi no médico e ele pediu para aguardar em casa uma cartinha. Nisso não chegou nenhuma carta mas ele continuou recebendo normal. Neste mes o pagamento não veio, ele foi ao INSS que deu um formulário para o médico preencher pedindo a aposentadoria dele. Quanto tempo demora para sair a aposentadoria já que a perícia quem pediu?
fatima
postado em sábado, 19 de setembro, 2009
gostaria de saber se aposentadoria por invalidez cod 32 e definitiva? estou aposentada desde nov de 2003
, posso mandar a empresa da baixa na minha carteira?
me aposentei por artosse em tdo o corpo? me responda por favor?
maia
postado em domingo, 22 de novembro, 2009
Minha mão tem aauxilio doença a anos pos tem doencas relacionadas a esquizofrenia trsnstorno bipolar e outras gostaria de saber como e ond faz para pedir sua aposentadoria definitiva obrigada .
antonio
postado em terça-feira, 24 de novembro, 2009
recebo auxilio doença a 8 anos, estava fazendo pericia de 2 em 2 anos, mim passei na data para a prorrogação , sendo assim o beneficio foi cessado. alengado falta de paricer medico. liquei para o 135 eles marcaram pericia para dar entrada no novo benefiio, fiz a pericia, mas o pedido foi legando que a incapacidade foi ao inicio/ reinicio das contribuições. meu ploblema isuficiencia renal cronica sobmeto a tratamento de dialise. gostaria de saber como agir nesse caso.sendo verdade sobre a contruição depois a invalidez.
elioantoniodossantos
postado em quarta-feira, 09 de dezembro, 2009
minhaesposaresebeoaxilodoençaaseisanoseuquerisaberseelatemdireitoaaposentadoria
Cléfer Felipe
postado em quarta-feira, 13 de outubro, 2010
Elaine, trabalho no JEF (Juizado Especial Federal) que geralmente só lida com aposentadorias e benefícios negados no INSS. TODA pessoa inválida, com doença de caráter IRREVERSÍVEL ou degenerativa, incurável, tem direito a aposentadoria por Invalidez. NÃO existe prazo mínimo (ah, tem que ficar 10 anos no auxílio-Doença pra se aposentar), na lei não existe esse prazo, pode até ser um critério do perito do INSS.
Como agir? Se tiver um JEF na sua cidade ou Defensoria Pública da UNIÃO que tenha Atendimento Processual, eles vão te dizer quais xérox de documentos, laudos, precisa tirar para dar entrada no processo, senão tiver JEF, terá que entrar com processo na Vara Federal, onde necessita de advogado, se vc não tiver advogado, nem condições de pagar um, vc informa isso ao cartório. e ele te nomeia um.
Espero ter ajudado, um abraço
Elisangela
postado em terça-feira, 28 de dezembro, 2010
Sou protadora de uma sindrome rara e degenerativa com acometimento cardiaco, sou enfermeira em nivel superior e, a seis meses cadeirante e dependente de terceiros e no ultimo dia 02/12/2010, o médico perito indicou aposentadoria por invalidez, mas ainda não chegou nenhum comunicado, hoje é 28/12/2010 devo aguardar mais alguns dias ou ir a agencia de previdencia social, e qto tempo demora para o GBENIN deferir a aposentadoria, visto que o meu beneficio ja cessou. Grata desde já!
maria luzia cordeirio porto
postado em quarta-feira, 26 de janeiro, 2011
o meu marido esta no mesmo caso.
a posentadoriainvalidez previdenciaria 32
quero saber se ele pode dar baixa na impresa pois esta aposentado des de 2003
1234