Enviar Mensagem




Forum > Direito Previdenciário > SOBRE DOENÇA DA COLUNA
UsuárioDiscussão
IZABEL SILVA SOUZA
Postado em terça-feira, 29 de janeiro, 2008
AOS ADVOGADOS DO UNIVERSO JURIDICO, TENHO MUITA ADMIRAÇÃO PELOS SENHORES.

ESTOU MAIS UMA VES ESCREVENDO PARA PEDIR AJUDA, A 1° VEZ FIQUEI AFASTADA 3 MESES, A 2° 8 MESES E A 3° 2 ANOS, FIZ TOMOGRAFIAS ONDE FOI CONSTATADO OSTEOFITOS LOMBAR E CERVICAL, O INSS CESSOU O MEU BENEFICIO, SOLICITEI UM PR FOI INDEFERIDO.
A CAUSA DA DOENÇA É DEVIDO O MEU TRABALHO SÓ SENTADA, SINTO MUITAS DOSRES NAS COSTAS, NÃO POSSO FICAR MAIS DE 3 HORAS SENTADA, LEVEI EXAMES E LAUDO MEDICO MESMO ASSIM FOI INDEFERIDO, GOSTARIA DE SABER O QUE FAZER?
QUAL A CID QUE GERA AUXILIO DOENÇA OU APOSENTADORIA POR INVALIDEZ PARA DOENÇAS DE COLUNA E ARTROSE NO JOELHO?
POR FAVOR ME AJUDEM


IZABEL SILVA SOUZA


ÚsuarioResposta
ana paula martinez
postado em domingo, 20 de abril, 2008
vcs podem me dizer .eu tenho um filho que tem escresofenia aguda gostaria de saber se ele pode se aposentar ele so tem 12 anos de idade me disseram que sim se pode o que devo fazer
dionei venske
postado em sexta-feira, 25 de abril, 2008
tenho artrose cervical e lombar, com desgaste das cartilagens, ocasionando dores e limitacoes de movimento , com medicacao de protetor de cartilagem , condroflex [ sace ] .um envelope ao dia diluido em agua .pergunta : tenho direito de auxilio-doenca pelo inss , tenho 28 anos de contribuicao , trabalho de operador de rama , maquina textil .
JOÃO JOSÉ JORGE DA SILVA
postado em sexta-feira, 25 de abril, 2008
Prezados
Em 1999 tive uma luxação total de joelho direito e com ruptura de todos ligamentos e esmagamento de cartilagens, sendo a situação fora de ambiente de trabalho. Fiquei afastado do trabalho recebendo auxilio doença por 18 meses, conversei na empresa e aceitaram a minha volta para serviços administrativos e mais leves, mas que na pratica a medida do tempo fui pressionado a exercer as atividades normais sem ter condições, detalhe o trabalho era de altissima periculosidade ( eletricista de linhas de transmissão com escaladas em torres de até 40 metros muitas vezes energizadas). A situação perdurou até 2004 quando não aquentei mais e um dia meu joelho falhou em cima de uma torre e fiquei pendurado pelo cinto, entao a empresa fez a minha readapação funcional, estou trabalhando de desenhista, mas agora estou com artrose avançada no joelho e com muitas dores, que a cada dia se agrava, estou engordando absurdamente devido a não conseguir realizar atividades fisicas devido a dor e ao aumento da artrose, tenho apenas 29 anos, e estou a cada dia mais depressivo com a situação devido também as dores e principalmente a revolta de não terem me readaptado antes de me forçarem a realizar as atividades que não poderia mais, gostaria de saber se tem como entrar direto com ação ou outra situação que aposentar por invalidez ou outra coisa.
Tailton dos Santos Menezes
postado em segunda-feira, 28 de abril, 2008
estou recebendo auxílio doença há quase 2 anos,os meus ultimos 12 meses de contribuição foi pelo teto de 10 salarios mas eu recebo do auxílio só 572.00 reais,se me aposentar por incapacidade só receberei este valor ou será feito outro cálculo.
Telma Gomes
postado em terça-feira, 06 de maio, 2008
Dr.Walter, Boa tarde

Meu cunhado esta enfrentando um grande problema e gostaria de nos orientarmos.

Ele trabalha a quase 30 anos como motorista de onibus coletivo, sendo que esta afastado de suas atividades a 2 anos.
O mesmo esta com serio problema de coluna, reumatismo, grave problema de audição, impedindo assim que exerca suas atividades de motorista, pois com esta função o mesmo tem que escutar bem, e ainda com problema na coluna o mesmo sente muitas dores.
Ja ficou agastado por quase um ano e seis meses por invalidez no INSS, mais recebeu alta, sendo que o mesmo esta com varios laudos de medicos onde constam que não pode exercer a função de motorista por esses motivos.
O que fazer se o INSS não aceita esses laudos e na pericia o resultado é sempre inderefido.
Como motorista nenguma empresa aceitara ele pois no proprio exame Admissional consta proplema de audição.
Qual o procedimento que deve ser tomado junto ao INSS?
Pro favor nos ajude. conto com sua ajuda.
E desde ja agradeço a atenção.
Roberto Rodrigues Viegas
postado em quinta-feira, 29 de maio, 2008
Aos senhores advogados do Universo Jurídico

Tenho 63 anos, trabalho como vendedor autônomo atendendo o comércio de minha cidade. Tive um infarto do miocárdio e foi colocado em mim, através de uma angioplastia um stents. Sou portador de cardiopatia grave com duas esquemias conforme laudos antigos(Cid i -51-6 de acordo com meu médico) e a perícia diagnosticou como Cid 25 e eu estava em benefício a três anos e meio e que atualmente me foi cortado. A perícia diz que não constatou incapacidade laborativa com o Cid i -25. apesar dos exames feitos a seu pedido que foram Cintilografia e teste ergométrico.
Sou também portador de lombociatalgia bilateral comprovada em ressonância magnética e laudo médico, fato ignorado pela perícia. Não posso fazer esforço nem carregar peso, muito menos continuar com minha atividade profissional andando pelas ruas para visitar meus fregueses. Gostaria de perguntar se está certo a perícia médica suspender meu benefício após três anos e meio. Que providências devo tomar? Se sou incapaz a três anos e meio sem capacidade laborativa? Como podem mudar isso de uma hora para outra? Clinicamente não tenho realmente condições de continuar meu trabalho. Obrigado, um abraço a todos. Roberto.
Alan da Costa e Silva
postado em quinta-feira, 12 de junho, 2008
Estou afastado por mais de 3 anos com o auxilio doença na previdencia , estou afastado por esclerose multipla e derrame celebral gostaria de saber como faço para pedir minha aposentadoria.
LUIZ
postado em terça-feira, 17 de junho, 2008
Boa noite meu irmão é motorista de ônibus ele sofreu um assalto e depois de algum tempo ele ficou com problemas mentais, levei ele ao médico e o médico atestou que ele sofre de escrezofenia no momento ele está afastado a quase dois anos recebendo auxílio doença ele já fez quatro perícia a última perícia o perito deu a ele 2 anos que vai cessar em 01/01/2010 a minha pergunta é no final desse ano de 2007 ele faz 2 anos que está afastado o inss vai dar aposentadoria pra ele? ou em 2010 quando cessar o benefício dele ?OBS o CID dele é F20.0 por favor me responda obrigado.
viviane fernandes de souza constantino
postado em sexta-feira, 20 de junho, 2008
Boa tarde. Meu pai teve avc a um ano atrás e parou de pagar a previdência tem três anos, o que devo fazer para que ele venha a receber algum benéficio.
Reynaldo carnevali Junior
postado em sábado, 12 de julho, 2008
Eu posso receber dois auxilios acidente, pois um auxilio eu recebo desde de 30/12/1997 por LER nas duas mãos. Agora o outro estou em duvida se posso receber, porque estou em outra empresa e foi um acidente onde sofri corte , laceração, ferida, contusa, punctura (70.20.10.000) / S62 - fratura ao nivel do punho e 3º e 4º dedo da mão direita ( fiz cirurgias nos dedos e do sindrome do túnel do carpo ). Sendo que meu médico da empresa exigiu do INSS que mandasse para o centro de reabilitação, pois após os tratamentos eu sinto o punho com fraqueza e os dedos com movimentos doloridos e meio endurecidos quando acordo, enfim a minha mão direita não é a mesma. Principalmente ajuntando com o problema que já tinha. O INSS não acatou o pedido do meu médico e me Deu alta dizendo que podia voltar nas minhas habituais funções. Procurei um advogado e ele vai tentar esse processo. quais a minha chances? obrigado
12345678910...