Enviar Mensagem




Forum > Direito Previdenciário > Doença de coluna
UsuárioDiscussão
Claudio
Postado em terça-feira, 22 de maio, 2007
Tenho 44 anos, trabalho em uma industria petroquímica desde os 16 anos, sendo que após os 18 anos fui trabalhar na área industrial da mesma, mais especificamente na área de segurança do trabalho e industrial, atuando em combate a incêndios, conteção de vazamentos químicos, socorro a pessoas acidentadas e também a acidentes automobilisticos ocorridos nas imediações da empresa, exercendo por diversas vezes esforço fisico demasiado.
Desde 2001 (38 anos) sofro de fortes dores cervicais e lombares, sendo que a minha empresa me remanejou para o horário e atividades administrativos desde 2003, porém as estas dores permaneçeram e ainda foram aumentadas.
Em fevereiro de 2005 fui afastado do trabalho, recebendo auxílio doença do INSS( a empresa não abriu a CAT) por ser portador de platibasia cervical + invaginação vertebro basilar; complexo disco-osteofitário póstero-mediano C3-C4, causando compressão do saco dural; protusão discal póstero-mediana C7-D1, com identação sobre o saco dural: discopatia degenerativa dos discos intervertebrais cervicais e lombares (L3-L4,L4-L5, L5-VT; L5-VT caráter
degenerativo tipo Modic II.
Em meados de 2005 fui submetido a procedimentos cirurgicos de nucleopástia e radioculotia percutânea ( procedimentos neurocirurgicos considerados conservadores)
Em 07 de maio de 2007 o INSS suspendeu o meu auxílio doença, entrei com pedido de reconsideração e o mesmo também foi negado, sendo que contribuo desde 1.980 e mesmo estando em tratamento médico com o neurocirurgião e também com um novo procedimento cirurgico agendado para o dia 30 de maio próximo.
Quais são os meus direitos legais em relação a esta minha condição de incapacidade laboral em deconrência das fortes dores cervicais e lombares crônicas que me acometem?
Posso reverter este período de Auxilio-Doença para Auxílio-Doença Ocupacional?
Este tipo de doença pode ser caracterizado para aposentadoria por invalidez?

Como creio ser a Dra uma pessoa do bem, solicito estas orientações.

Atenciosamente.

Claudio
clauseg@superig.com.br


ÚsuarioResposta
Henrique Gayer
postado em terça-feira, 15 de julho, 2008
Boa noite, Meu nome é Henrique, tenho 32 anos de idade, 10 messes atrás fiz uma cirurgia na coluna Sacra-lombar, onde foi colocados pinos e parafusos na mesma.
Algumas semanas atrás eu fui dispensado do seguro previdenciário (INSS), pois antes de fazer a cirurgia da coluna o médico da empresa que eu estava trabalhando contestou o atesta Médico deste especialista, onde reduziram os dias e depois me dispensarão.
Atualmente estou desempregado, com um atual laudo e uma resonância Magnética onde relata que:

Apresenta Artrodese em VT-S1
Nódulos de Schmorl
Discreta Hipointensidade de Sinal nas sequências Ponderadas em T1
Alterações degenerativas de Modic tipo 1
Abaulamento discal posterior em L-L2
Ruptura do Ângulo Fibroso
Espondilose incipiente em LL2
Alterações degenerativas espondilodiscais discretas.

Pois gostaria de saber como posso proceder neste caso, posso apelar para quem?
Tenho 11 anos de contribuição.
Ricardo M QUina
postado em domingo, 27 de julho, 2008
Olá

Sofri um acidente de moto em 2004, a partir daí sinto, entre outros sintomas, fortes dores na região cervical e formigamento no braço esquerdo, principalmente se fizer muito movimento com o mesmo, após uma tomografia cervical foi contatado protusão osteo discal. Fui mandado embora de meu trabalho por causa disso. O eu poderia fazer ?


Por favor me ajude !!
marcelo
postado em domingo, 15 de março, 2009
caro amigo venho por meio desta ti infornar que infelismente mos profissiomais estamos entregues ma mao do governo que pença so en arrecadar para desviar os recussos em corrupiçao. Eu fis uma cirurgiada columa lombar (artrodese de fxaçao ) em 3niveis coloquei placas e parafussos ,so mao estou fora do alxilio doença porque estou ma justisa federal i o juis mao ni deicham ni dar alta .Eu sefosse voce entraria logo ma justsa federal poque so assim voce garante os seus direitos que voce tem , sou motorista de carreta i estou afastado ha 3 anos moa consigo mal levantar da cana si ando 100 netros fico o resto do dia na cana .Espero que deus te abençoe e voce possa emcontrar justisa voce tem o direito mas prineiro pessa a deus que te oriente ,abrassos e boa sorte atenciosamente MARCELO DA ROCHA..
gleicy
postado em quarta-feira, 30 de setembro, 2009
Boa noite! Tenho 30 anos sou técnico óptico a uns 7 anos sofri um acidente de carro, desde uns 5 anos venho sentindo dores na cervical e fiz uma tomografia e acusou discopatia cervical na c3 e c4. Sinto dores na perna, ombro , dormência nas mãos e como se os nervos estivessem inflamados. Gostaria de uma ajudar que tipo de exercicio devo fazer para melhorar as dores. Obrigada!!!! Aguardo uma posiçâo.
JOSE ELIAS
postado em terça-feira, 27 de julho, 2010
Complexos discos osteofitários de C4-C5 e C5-C6, levando a uma compressão anterior do saco dural nestes níveis. Isto da o direito para aposentar por invalidez
Sueli Marques
postado em sexta-feira, 08 de outubro, 2010
Boa tarde. No final do ano de 2008, sofri um acidente dentro do Onibus circular da rua onde moro, as ruas na qual ele faz o percurso estavam em obras, e o motorista entrou em um buraco, e enste momento sofri um impacto tão grande que pensei ter afetado seriamente minha coluna, como movimentava meus Pés fiquei mais aliviada, fiz um RM em Janeiro 2009, onde deu patológica a mesma, só fico preocupada pois hoje tenho dores na coluna que não tinha antes, pode estar relacionado a este incidente? se for, tem como hoje eu tentar algum benefício junta a empresa de Onibus?
Ronan Sertório de Almeida
postado em quinta-feira, 14 de outubro, 2010
Fui submetido a uma cirurgia de invaginação basilar e platibasia e foi feita a fixação occipto cervical. Estou afastado a mais de dois anos e não tenho mais os movimentos do pescoço, além de ter que suportar dores terríveis em tempo de frio no local onde foi feita a fixação. Gostaria muito de saber como fica a minha situação, se serei aposentado, tendo em vista que agora é impossível permanecer de cabeça baixa para trabalhar durante 9 horas diárias como antes da cirurgia. Ao abaixar a cabeça, parece que força a fixação causando um verdadeiro desconforto além de vertigem e dores na coluna.
Maria Das Graças Batista Gonçalves
postado em quarta-feira, 03 de agosto, 2011
Sofro de fortes dores cervical dores no pescoso dores nas pernas formigamento cambria fiz exame foi constatado espondilose cervical e toraxia mais neuropatia mais radiculopatia mais sindrome do tynel carpeano mais abaulamentos difusos em c4 c5 e c5 c6 c7 tenho o direito no auxilio doenca nesta situaçao faço tratamento de fisioterapia medicaçao e blogueio periferico
LUCIANA DE MORAIS E SILVA
postado em segunda-feira, 10 de outubro, 2011
QUERO SABER DE VCS O QUE SIGNIFICA ESPONDILOSE LOMBAR INCIPIENTE EM L5 S1,POIS SINTOOO MUITAS DORES QUANDO FICO SENTADA POR ALGUM TEMPO OU EM PÉ TB POR ALGUM TEMPO,O QUE DEVO FAZER E COMO PROCEDER?